quinta-feira, 3 de junho de 2010


Sentada na minha cama, numa tarde de feriado. Senti falta do doce amor de alguém especial. Meu coração estava em silencio triste e amargurado. Senti falta de uma risada alegre e engraçada. Então me encolhi, feito um feto na barriga de uma mãe esperançosa, feito um adulto sem sucessos. Aquela falta que eu sentia por algum motivo não se foi, eu preciso me recuperar, para suprir toda dor e todas as angustias. Mas havia momentos que eu não consiguia conter as lágrimas, lágrimas de saudades, de tristeza, de felicidades. O meu momento era que tudo voltasse a ser como antes, mas era impossível. Sei que um dia tudo vai voltar a ser como antes, mas quando tudo já não existir, quando mortos ressuscitaram, e vivos serão arrebatados. O meu amor será concretizado , e a minha alegria será transbordada. Então por enquanto , sigo sem sua presença, mas sigo com o teu amor. 

0 comentários:

A Caprichosa

A Caprichosa
Esteticista| Cristã| Mãe do Luck. Cantinho reservado para as mulheres que amam vaidade e um pouquinho de cada assunto.

Arquivo do blog

@barbarapiracelli

@barbarapiracelli

Tecnologia do Blogger.

Anuncie !!!!