domingo, 29 de abril de 2012
Olá minhas lindas, tudo bem? Bom hoje é uma sugestões de músicas que vão te por pra cima pra começar a semana e também uma mistura pra quem esta apaixonado, pra quem ama a estação inverno. Enfim pra se sentir bem!
As músicas a seguir é uma das minhas preferidas, estilos diferentes, mas todas lindas! Bora conferir?

Essa música eu postei até no meu face, pra quem me acompanha com certeza viu! :D


Essa música até coloquei no vídeo do meu aniversário de 18 anos :)




Look Inverno:
Quando eu vi a foto com esse look fiquei imaginando ele aqui. Tudo nesse se completa no inverno de 2012, observem tudo. É tudo perfeitinho.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

(...)
Enquanto Sophia estava se gloriando pela possível conquista, Kaio correu para casa de Eduarda.
Duas batidas na porta. O pai de Eduarda atende. - Pois não?-. Disse o senhor alto, grisalho, e aparentemente calmo.
Kaio gaguejou, estava nervoso por ter conhecido o pai de Duda. - Boa noite, é, Eduarda está? -.
Ele abriu um pouco mais a porta. - Ela deu uma saida, mas quer deixar algum recado? -.
Kaio respirou fundo. - Por favor, peça pra ela me ligar assim que puder, meu nome é Kaio -.
O pai de Eduarda, Mauro, balançou a cabeça. Kaio se dirigiu até o carro para ir pra casa.
Enquanto parava nos sinaleiros, escrevia vários sms para Duda, alertando sobre Sophia.
Eduarda havia sumido, sem responder nenhum sms, email's, ligações, nada. Então ele deixou que tudo acontecesse, já havia se passado mais de duas horas depois da armação de Sophia. Ele deitou sobre a cama e só pensava no fato de Eduarda saber de tudo.
Já na casa de Eduarda, a porta da entrada se abriu. Era ela, tinha acabado de chegar de uma festa de aniversário surpresa de uma amiga da classe.  O celular que continha as mensagens de Kaio, estava desligado, sem bateria.
Ela se dirigiu ao quarto e lá adormeceu. Dia seguinte. Eduarda mantinha sua rotina, acordar cedo e ir pro colégio.
No portão de acesso ao colégio estava Sophia, sorridente a espera da amiga.
- Bom dia amiga -. disse ela entusiasmada. 
- Bom dia Pipia -. Disse Eduarda a chamando pelo apelido de infância.
As duas foram para a classe juntos e se sentaram. Eduarda estava animada porque viria Kaio novamente. 
Pegou seu caderno dentro da mochila e um livro. Colocou o livro de baixo da carteira, mas um envelope caiu de lá.
- Acho que alguém esqueceu isso aqui . Disse ela olhando para Sophia enquanto abaixava para pegar o envelope .
Foi quando ela viu algo escrito. '' Para Eduarda, com amor Kaio ''.
Ela abriu um sorriso logo em seguida, então abriu rapidamente. Sophia estava ao lado, feliz, sorridente, e com os olhos brilhando -. Own que lindo -. Se expressou.
Ao abrir Eduarda se deparou com fotos de Kaio beijando a moça. Moça loira, do vestido azul, sobre a luz de velas numa praça, Sophia. O fotografia havia pegado focos em que apares sesse somente o rosto de Kaio e o cabelo loiro.
Eduarda deixou as fotos caírem no chão. Pegou sua mochila e com uma lágrima nos olhos saiu da sala.
- Como eu sou genial, posso ter minha amiga, e o cara mais interessante da escola -. Disse ela num tom de superioridade. 
Eduarda não sabia o que fazer, estava brava, magoada, culpava ela mesmo. 
- Mas o que eu estou pensando, eu não tenho nada com ele mesmo -. Disse ela chorando enquanto se caminhava para o banco da árvore central do colégio.
Foi quando sentiu alguém a puxar - Duda ! -. Era Kaio.
Ela se virou. - Sai da minha frente -. Puxando seu braço com força e andando mais rápido.
Kaio seguiu Eduarda - Ah não. Sophia já mostrou o que fez comigo ontem? Espera eu tentei te avisar sobre ela-.
Duda se sentou. - Sobre quem? O que Sophia tem haver com o fato de você ter beijado outra garota na praça? -. Ela estava irritada.
- Como você sabe disso? Ela contou que foi até lá e disse que você não iria ir, ela me beijou. Eu fui até sua casa, te mandei sms, eu quero te alertar sobre ela -. Disse Kaio afobado
- Kaio pera ai -. Houve uma pausa, ela então limpou seu rosto.
- Você ta querendo jogar a minha amiga contra mim dizendo que foi ela que implantou as fotos na minha carteira, que ela foi até lá te beijar-. Ela riu alto
Kaio se calou por alguns segundos. - É exatamente isso, ela tem inveja de você Duda, minha duda -.
- Não me chama assim, eu não tenho nada com você, nós não somos nada, e você é um desconhecido pra mim. Ah e inventa uma desculpa melhor da próxima vez -. Eduarda levantou e foi em direção ao portão de saída. 





segunda-feira, 23 de abril de 2012

Olá meninas, mais uma vez eu preciso da ajuda de vocês. Como puderam ver, o blog mudou um pouquinho. Eu tava achando tudo muito repetitivo na aparência dos outros blogs, as cores, e como eu ainda não consegui achar alguém bom, de um preço acessível e que '' capte '' a minha ideia, quis eu mesmo mudar. E agora eu preciso que vocês me digam se ficou legal, se querer algum aplicativo, se desejam que eu tiro algo ... afinal vocês que são seguidoras e seguidores fieis gostam de uma boa qualidade em blog, e eu quero deixar tudo a minha cara com o gostinho de vocês, ok? O que acharam??  Um beijo.
domingo, 22 de abril de 2012
6
(...)

Eduarda sai do banheiro e encontra Sophia em sua cama. - Oi amiga -. Disse ela sorridente.
As duas passam a tarde conversando como de costume. Horas se passam. - Amiga, tenho que ir embora, tenho um compromisso muito importante a noite, mas te conto tudo amanhã -. Disse ela erguendo a sobrancelha, e sorrindo ao mesmo tempo.
- Hum, que segredo todo é esse? Tudo bem então, boa sorte seja lá o que for -. Disse Eduarda.
Sophia foi direto para sua casa. Entrou em seu quarto com tons em vermelho e abriu seu guarda-roupas enorme. - Hoje vou vestir minha melhor roupa -. Segurando um vestido, girou e sorriu.
Já havia a noitecido. Kaio estava em uma praça, naquela em qual levou Eduarda. No centro havia uma toalha estendida no chão com velas espalhadas e rosas no canto. Uma bonita cesta que continha vinho, queijo, e petiscos para uma noite linda. Já havia se passo mais de meia hora depois de combinado com Eduarda, mas foi quando ele ouviu barulhos, que se pareciam um som do salto quando tocava o chão. Era alguém caminhando. 
- Olá Kaio -. Disse.
Kaio olhou todo feliz e sorridente. - Oi D -. Mal terminou a frase.
Era Sophia. Ela estava linda, irradiante. Com um vestido azul colado, com um colar dourado, cabelos longos e cacheados, bochechas rosadas e perfume.
- Mas, mas?? -. Kaio não entendeu nada. Estava completamente confuso.
- Calma, não quero assustar você. Eduarda não pode vir, então me pediu para te fazer companhia -. Sorriu e sentou ao lado de Kaio.
- Bom, ela sempre me avisa, mas, é, que bom que está aqui -. Kaio tentava se mostrar contente mas não estava.
Os dois conversavam, e Sophia não parava de olhar para os lábios de Kaio. Prestava atenção em como seus dedos tocavam nas pontas de seu cabelo. De como ele mordia os lábios quando ficava nervoso, ou até mesmo no tom de sua voz.
Ela se aproximou. Kaio se sentiu ameaçado. Foi quando o telefone de Sophia tocou.
- Alô? -. Disse ela tranquilamente.
- Está tudo pronto, quando você quiser -. Disse a voz do outro lado.
- Ta bom mamãe, eu passo buscar o remédio pra sua dor de cabeça, te amo, beijos. Disfarçou.
Ela sorriu para Kaio. - Sophia, acho que agora eu preciso ir embora -. Disse Kaio
- Espere, antes eu tenho que dizer algo que Duda me pediu -. Ela se fixou o olhar em Kaio.
Ele ficou ali, esperando a ouvir. Então, ela se aproximou e beijou Kaio a força. Kaio não havia percebido, mas havia um amigo, que estava atras das árvores tirando foto de tocos os momentos. 
Kaio, a segurou com força e empurrou Sophia. - Não! Porque fez isso, eu não quero você - Disse ele irritado e levantando.
- Kaio, Duda não veio porque sabia que eu gostava de você e me mandou aproveitar a noite ao seu lado, ela nem liga pra você amor -. Com a voz toda angelical, disse Sophia.
- Você é tão, tão -. Ele fez uma pausa. - Esquece, Eduarda vai ficar sabendo disso -. Então Kaio se foi.
Eduarda ficou ali sentada, olhando para lua. - A se vai -. Disse rindo. E se deitou sobre a toalha


Olá meninas, hoje dia 22 de abril e eu estou super animada, afinal completo meus 18 aninhos. Como a comemoração, a festinha foi ontem ( 21 de abril ), deu tempo de editar as fotos e fazer até o vídeo que eu tinha prometido pra vocês.
Foi tudo bem simples, mas foi uma delicia. Aaah e OBRIGADA a todas as amigas seguidoras do blog, dos amigos aqui pertinho de mim. Confira algumas fotos:























E aqui está meninas o vídeo de tudo que rolou um pouco, reparem na bagunça ! hahaha fo super divertido:



Esse vídeo abaixo é da minha tia Luciana Piracelli, que mora na Praia Grande, que não pode estar no meu aniversário, ai a brilhante ideia de fazer um vídeo pra mim. Pensa em uma menina, chorando, rindo, tendo uns ataques pela gostosura da menininha ( minha priminha ). Soi meeeee hahahha:



Enfim, foi uma deliiiiiicia. O que acharam?? Beeeijos!
quarta-feira, 18 de abril de 2012

...

Eduarda paralisou ao ouvir que Sophia era para ter lhe avisado. - Mas, como?-. Seus olhos estavam triste.
Kaio passou a mão em seu rosto, a abraçou e os dois seguiram caminhando. - Ainda quer almoçar comigo? -. Disse ele. Ela sorriu. - Acho que é o único jeito de eu esquecer e não entender porque Sophia não me avisou, deve ter esquecido, talvez-.
Os dois seguiram até o carro de Kaio e logo em seguida foram ao restaurante. Kaio todo cavalheiro, que arrastava a cadeira para Duda se sentar, lhe tratava bem o tempo todo. Os dois passaram ali quase uma hora e quinze minutos conversando, se conhecendo.
Os dois se levantam. Ruas se passam. Kaio a deixa em frente de casa. - Como é bom estar com você -. Ele sorriu. Ela ficou olhando para ele e ele olhando para ela.
Então, Eduarda se aproximou e o beijou. As mãos de Kaio entrelaçavam os cabelos de Eduarda, fazendo uma carinho inesquecível. E o beijo termina com doces selinhos.
Eduarda e Kaio sorriram. - Eu não pude resistir, pelo menos ninguém atrapalhou dessa vez-. Kaio riu.
- Então, até-. Eduarda sorriu, abriu a porta do carro e entrou. 
Kaio então ligou o carro e se foi. Eduarda não sabia o que sentia, apenas ria sem parar. Subiu então para o quarto. As roupas que estavam em seu corpo caíram, então sentiu a água quente escorrendo pelo seu corpo. Enquanto Eduarda estava no banho, Sophia havia tocado a campainha. Mãe de Duda correu para atender.
- Oi tia, tudo bem? Eduarda esta ai?-. Disse ela. 
- Esta lá em cima, pode subir -. Disse sorrindo.
Sophia subiu, entrou no quarto de Eduarda e ouviu que ela estava no banho pelo som cantarolado que ela fazia. Ela sentiu algo que nunca tinha sentido da amiga, ciumes.
Começou a procurar algo na bolsa de Eduarda. Achou seu celular e viu que tinha uma mensagem de Kaio avisando para que os dois pudessem se encontrar a noite, na praça. 
Sophia deletou e colocou seu celular no mesmo lugar. Sentou-se na cama da amiga. 

domingo, 15 de abril de 2012
Olá meeniiiinas. Tudo bem? A maquiagem de hoje é aquela que eu havia prometido no vídeo passado. Simples, Fácil, sem segredo algum, essa make promete ser uma das mais usadas no inverno ( como sempre ). Na minha opinião é uma das maquiagens mais tradicionais que nunca vão sair da moda. Em todos lugarem que eu vou sempre tem alguém com a boca vermelhinha, ai eu fico achando o máximo né. Outono/Inverno é uma das minhas estações preferidas, onde todo mundo fica mais elegante, a maquiagem dura mais .. enfim. Abusem !!!!


Fotos da maquiagem:






Batom Avon: Vermelho Extra Lasting. Duração maravilhooosa! E Não fica aquele efeito '' melado ''.



Gostaram? Usem e abusem do vermelho! Beeeeeeeijos.
Oi, depois de tempo prometendo, tá ai o vídeo do retoque das minhas luzes feito em casa. Eu não tinha muito tempo e estava esperando pra retocar pertinho do meu aniversário ( 22/04 ) *-*.
Bom como tive que fazer o vídeo a noite a iluminação estava um pouquinho ruim, mas dá pra ver, relaxa :)
Vamos ao que interessa, o passo a passo em escrito, produtos que eu usei e depois o vídeo. Aproveitem!

PASSO A PASSO:
1- Pentear todo o cabelo para trás e escovar bem.
2 - Colocar a toca e começar a puxar os fios, alguns mais grossos e outros mais finos. (Atenção: cuidado pra não deixar alguns '' lacinhos '' na raiz da toca, pois se isso acontecer na hora do descolorimento pode manchar a raiz).
3- A parte de baixo do cabelo que não foi puxada separar, e com o pó descolorante(Yamá) e a oxigenada (10) embrulhar com papel alumínio. 
4- Descolorir também a parte de cima com o pó e a oxigenada. 
5- Aguardar mais ou menos 30 minutos
6- Quando o cabelo estiver todo descolorido e lavar bem.
7- Não retirar a toca, e desembrulhar os papeis alumínios, matizar com a tinta loira, e massagear por 3 minutos. 
8- Retirar a toca e lavar com shampoo e condicionador.
9 - Aplicar um tratamento para pós química.

Produtos usados:
Descolorante em pó Yama, Oxigenada volume 10, Tinta Biocolor 12.01 Louro Clarrissimo Acinzentado.

PRONTIIIINHO .. Não é fácil, mas também a pior coisa do mundo. Para ilustrar tudo isso que eu escrevi, abaixo o Vídeo.


Fotos do cabelo:













...
Sophia ficou reclamando, e soltando palavras por mais de dez minutos. Eduarda se calou e disse se faria o que quisesse, mas se desculpou com ela.
Houve uma pausa. - Tudo bem Duda, mas não deixa isso acontecer, nunca mais! - Disse Sophia.
As duas foram diretas para o quarto de Eduarda. Ficaram ali, deitadas, comendo chocolates, e conversando quase a metade da madrugaram. Adormeceram.
Dia seguinte, gotas caiam do céu, era um dia frio.As duas garotas levantarem se arrumar e foram para o colégio. Sentadas sobre a carteira, era aula de Biologia, aula favorita de Eduarda. Por toda via, ela nunca tinha se distraído da aula. Seus olhos fixavam-se no lousa, mas seus pensamentos estavam em outro lugar.
Dez em ponto, Sophia a chamou e Eduarda despertou. Foram em direção a grande árvore central do pátio da escola. Cinco minutos depois Eduarda sentiu mãos cobrirem seus olhos. - Adivinha?- Era Kaio.
Ela sorriu e tirou suas mãos de seus olhos. - Kaio -. Eduarda sorria sem parar. Ele sentou ao seu lado.
Sophia o cumprimentou com um ''oi'' e depois permaneceu  quieta. Os três passaram o intervalo todo ali.
O sinal tocou. - Me espera na hora da saída? Vamos almoçar juntos?  -. Disse Kaio
Sophia olhava. Eduarda: - Claro na frente do portão da entrada, ok? -. Se levantando, Duda trocou o número de celular com ele, tocou seus lábios em seu rosto e com Sophia foi para sua classe.
Eduarda mal via a hora de chegar o final da aula. O ponteiro toca e anuncia que era hora de ir embora.
Ela pegou seu material se despediu de Sophia, que parecia enciumada, mas contente e foi para o lugar combinado.
Já havia se passado quase doze minutos e Kaio não havia aparecido. - Cadê você, eu vou embora, não quero parecer boba esperando você em frente ao portão -. Ela mandou um sms.
Ela esperou mais cinco minutos. Então começou a caminhar em direção a sua casa.
- Eduarda, duda, duda -. Ela escutou de longe, mas continuou andando sem virar seu rosto para trás. Estava brava, triste.
Kaio tocou seu braço, então ela parou e se virou.
- O que foi? -. Disse um pouco irritada. Ele achou estranho. - Duda, o que aconteceu? Está brava comigo?.
Ela não disse nada, e continuou andando. Kaio acelerou os passos e parou na frente dela. - Dá pra me explicar o que ta acontecendo? -.
- Você me diz que quer almoçar, combina o lugar e a hora e me deixa esperando por quase 20 minutos, sem se quer responder meus sms's?-. Ela olhava dentro de seus olhos.
Ele ficou confuso e disse: - Duda, Sophia não te avisou? Minha bateria acabou e eu precisava ficar um pouco mais tarde na minha classe, disse pra ela te avisar que eu me atrasaria. Não foi minha culpa.- Ele dizia num tom mais baixo.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

...

Eduarda e Sophia permaneceram abaixo daquela árvore durante o intervalo todo. As horas se passaram, as jovens voltaram para casa. Sophia ficou logo na segunda casa da rua de Eduarda onde também morava. As duas eram amigas desdo quinto ano da escola. Eduarda foi pra casa imaginando se Kaio viria atrás dela. O dia se vai, e a lua ilumina toda a cidade. Eduarda se enchia de esperanças, tentava não se iludir. A moça estava destraida por volta das oito e cinquenta e cinco da noite, mexendo em seu computador.
Sua mãe, Fátima, abriu a porta do quarto: -Filha há um moço te chamando lá em baixo-. Ela disse.
Eduarda no mesmo instante desceu. -Oi-. Disse ela já do lado de fora da casa.
Ele usava um perfume que deixava Eduarda enlouquecida, ardente, camisa xadrez. - Oi Duda-. Disse ele sorrindo.
Houve uma pausa.  - Você quer dar uma volta comigo?-. Disse ele já se descendo as escadas.
Eduarda sorriu e balançou a cabeça. A frente da casa branca com janelas em detalhes azuis, casa de Eduarda havia um carro. Kaio abriu a porta para Eduarda.
Ela entrou. Pensou, sentiu medo, talvez devesse voltar para trás, mas não voltou. Os dois partiram em direção a sentido algum.
Ele andou talvez alguns kilometros, até chegar uma praça. Eles se direcionaram ao centro, sentaram-se.
Minutos se passaram, Kaio e Eduarda estavam mais íntimos, que pareciam se conhecer a meses.
- Acho que esta na hora de volta -.  Disse ela olhando para os olhos de Kaio.
Se encaminharam novamente para o carro. Novamente , em frente a casa Kaio parou, olhou para ela e disse: - Nos vemos amanhã na escola?-.
-Sim, claro. Me encontre no intervalo, debaixo da árvore do centro-. Disse ela sorridente.
Ela colocou a mão sobre o pino da porta, ele segurou sua mão. -Espera-. Suas palavras foram rápidas.
Ele com sua mãe macia, e grande mas delicado, puxou queixo de Eduarda, fazendo com que seu rosto fosse em direção a ele, colocou seu cabelo atras de sua orelha, e quando seus lábios iam tocar com o dela, ouve-se um barulho.
-Eduarda-. Era uma voz feminina aguda e que parecia estar enfurecida.
Eduarda se pôs a olhar pelo vidro, era Sophia parada com as mãos na cintura olhando para eles.
Ela apenas acenou - Hello, você não vem?- Disse Sophia sem paciência.
-Acho melhor você ir-. Disse Kaio. - Ainda temos chances-. Ele beijou o rosto de Duda.
- Boa noite -. Eduarda sorriu e saio do carro.
Enfurecida Eduarda disse para Sophia: - O que foi agora? -.
-Você esqueceu da noite das meninas? Da noite em que as meninas da sala dormem aqui? Todas já foram embora!-. Disse Sophia, enquanto andava em direção a casa de Eduarda juntamente a ela.
( Continua 15/04 ... ) 
domingo, 8 de abril de 2012

...
Eduarda entrou e fechou a porta entusiasmada com a noite que teve. Correu desligar a tv ligada e subiu para o quarto. Deitou sobre sua cama e pensando no que havia acontecido deixou as palavras saírem de sua boca : '' Será que ele vem mesmo? ''.
Adormeceu. Quando o sol nasceu, Eduarda levantou e se arrumou as pressas. Era 07:15 da manhã, desceu e correu para a cozinha. Pegou apenas uma maça e foi andando em direção ao portão. Seu pai esperava por ela. Estava atrasada para o colégio, como sempre. Eduarda tinha apenas 17 anos. Estava no último ano do ensino médio e sonha ser Biomédica.
Seu pai a deixa em frente ao colégio e se vai. Eduarda avista sua melhor amiga la na frente, perto a catraca de entrada. Sophia de também 17 anos. Loira, dos olhos cor de mel, boca rosada. Um sweete menina.
Eduarda chegou cheia de assunto pra contar. As duas estavam na mesma sala. Passaram as duas primeiras aulas conversando sobre a noite passada. Sophia demonstrava interesse pela história. O ponteiro do relógio toca as 10:00 horas da manhã. Era o sinal do intervalo.
As duas saíram entusiasmada pela porta, mas foi quando Eduarda se distraio e trombou com um moço.
- Ah minha nossa, me desculpe -. Eduarda disse abaixada no chão ajudando a recolher alguns livros.
- Duda?-. Era Kaio.
Ela reconheceu a voz e olhou na direção de seus olhos. - Kaio? Me desculpe, o que faz aqui?-. Disse ela envergonhada.
- Bom, eu dou cursos de fotografia aqui-. Disse ele sorrindo
Eduarda se corou e Sophia paralisada observava tudo.
- Que mundo pequeno, eu estudo aqui -. Disse ela num tom mais meigo.
Foi quando Sophia puxou Eduarda pelo braço. - Vamos Duda, se não, não vamos aproveitar o intervalo-.
- Então é isso, nos vemos por ai-. Sorriu Eduarda e indo embora com Sophia.
Kaio seguiu para o Corredor principal dos professores de cursos.
Eduarda e Sophia se sentaram no centro do pátio. Sombra fresca da maior árvore que havia. Sentadas sobre o banco branco, Eduarda estava transbordando em alegria. Seu coração palpitava centenas de vezes. - Parece coisa de filme né?-. Disse ela para Sophia.
Sophia se calou - Ele é lindo -. Olhou para ela e fez uma pausa.
                         (Continua 11/04 ...)

Uma curiosidade: O nome do Blog, foi tirado dessa história, que se chamava Por um Capricho .. Siiiim :) Tive que mudar ele de nome para não ficar tudo igualsinho. E também sei que se deve por o nome da história só no fim, mas como eu sei maaaais ou menos como vai acabar, ta aí um nome fofo e que combina! Beeeijos
sábado, 7 de abril de 2012

Noite gelada na cidade de Londres. Havia uma garota doce e gentil do qual se sentia vazia de amor. Ela estava ali, naquela noite, congelada em frente a Televisão, no qual assistia seu programa de tv preferido. Pingos tocavam sua janela fazendo com que os olhos adormece-cem rápidos de mais. A poucos metros da casa dessa jovem garota, havia um rapaz de pele clara e cabelos escuros perdido. Rapaz da alta sociedade, importante, porém perdido em todos os sentidos. O jovem que caminhava pela rua em busca de seus amigos que ali o deixaram. Ele que tentava fugir de seus pensamentos e responsabilidades, buscava também o amor. Água do céu que escorria pelo seu rosto, sapatos sujos, chegou então a rua daquela moça do qual sofria por ser a não escolhida para ser amada. O jovem moço parou, olhou as árvores que balançavam sem parar, as casas escuras, os canteiros com folhas que das árvores haviam caído. Então olhou para uma casa no qual estava iluminada, era a luz de uma televisão, era a luz da casa da garota.
Uma, duas, três batidas na porta. Esperou. Eduarda , a garota, se assustou com o barulho na porta que até deixou o controle da tv cair. Se enrolou no edredom quentinho e foi em direção a porta. Antes de abri-la olhou para cima para ter certeza que seus pais não haviam acordado. Então girou a maçaneta e colocou seu rosto para fora. - Olá?-. Disse Eduarda.
Erguendo a cabeça em direção a Eduarda o moço, da pele branca, olhou para ela. -Olá-. Sorriu.
- É, então, o que deseja?-. Disse ela em tom de insegurança, com medo e envergonhada. Eduarda continuou olhando para o rapaz apenas por uma fresta da porta.
- Ah, me desculpe incomodar, meu nome é Kaio, estou perdido, poderia me ajudar? - Disse ele arrumando os cabelos.
Eduarda então abriu a porta por completo. Parados um de frente para o outro, ela respondeu que sim. Kaio enquanto torcia suas roupas molhadas, Eduarda sem qualquer demonstração de emoção buscou o telefone sem fio.
Quando voltou estava ele, sentado nas escadas olhando para a rua. Ela engoliu toda a vergonha e se sentou do lado dele com seu edredom ao redor do corpo.
Deu o telefone a ele. - Isso vai te ajudar? Como veio parar aqui? Está com frio? -. Disse ela sem parar. Fez uma pausa. - Ai meu deus são tantas perguntas, me desculpe-. Eduarda se corou.
Kaio sorriu de canto. - Como é seu nome?-. Ele a analisava atentamente.
- Eduarda-. Disse ela. - Lindo nome Eduarda-. Disse ele. - Sim, preciso telefonar para meus pais, meus amigos me deixaram aqui dizendo que já iriam me buscar, mas não imagino onde estou-. Eduarda olhou cada detalhe de seu rosto enquanto ele soltava as palavras no ar.
Ficaram ali por mais dez minutos até ouvirem uma buzina. Os dois se olharam.
- Bom, acho que é a hora de eu ir-. Sorrindo, Kaio levantou.
Eduarda o acompanhou. - Foi legal conversar com você, boa sorte, não se perca, ou sim-. Sorriu abaixando a cabeça.
Ele parou, olhou para ela e disse: - Podemos nos ver novamente?-.
Ela sorriu. -Sim-.
Amanhã, as nove da noite, eu estarei aqui. Adeus Duda. Kaio a beijou no rosto e saio em direção ao carro que o esperava.
Com uma sensação que transbordava seu peito Eduarda correu para dentro e fechou a porta.

( Continua 09/04 ... )

Comentário: Olá meninas, bom esse '' texto '' foi escrito por mim a mais ou menos um ano atrás, eu já tinha escrito a história toda, só que ... eu não salvei e meu note na época pifou e acabei perdendo tuuuuudo! :/ ( Quase morri, sério ). Eu estava quase no final da história quando isso aconteceu, havia desenhado a capa para o '' livro '' e iria imprimir. Então estou aqui novamente ... tentando continuar pela segunda vez. Para não correr o risco, e acho até interessante dividir isso com você, vou estar postando aqui no blog essa história tudo de booom que eu inventei. Bom eu vou mudar tudo da qual eu escrevi pela primeira vez, e levarei mais tempo, mas espero que vocês gostem.
Pra ficar ainda mais legal, postarei fotos pra ir ilustrando as cenas pra vocês, pra ficar com um gostinho real sabe? kkk É isso meninas, esperam que tenham gostado desse '' comecinho gigante ''. UM BEEEEEEIJO.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Olá meninas, estou com uma novidade pra vocês. A algum tempo eu venho pensando sobre esse assunto: Curso de Automaquiagem. Aqui em Londrina existem poucos lugares onde se dão cursos de automaquiagem, e como as meninas sempre perguntam onde eu aprendi, quais lugarem tem, resolvi ajuda-las. 
Pras meninas que moram aqui em Londrina eu vou estar dando aula de automaquiagem todos os Domingos e  Segundas na parte da tarde. 


MAIS INFORMAÇÕES:
- o Curso custará 60,00 reais, duas aulas ( Uma maquiagem pro dia incluindo pele, e uma maquiagem noite ).
- Será feito nos Domingos e Segundas-feiras, a partir das 14:00 hrs.
- Aluna deverá levar seu material, por questão de higiene, caso não saiba onde comprar estarei enviando uma lista por email. 
- Caso a aluna queira aprender mais sobre maquiagem será cobrado o preço de 30,00 reais por aula. 
- O curso será realizado  no Centro de Londrina.
- Oferecerei: uma postila de cada aula, e cada aula concluída um kit de sombra para o treino da aula.
- Para inscrição ou informações ligar para (43) 3325-8974 ou 8427-1245; mande um email para barbarapiracelli@gmail.com

10 Vagas (alunas) por aula. Ligue e agende. Um beijo meninas.

segunda-feira, 2 de abril de 2012
Demorou um pouquinho mais finalmente saiu. Mais um tutorial de maquiagem, dessa vez usando mais cores e detalhes. Confiram o vídeo e logo em seguida as fotos da make, aproveitem!


Fotos da maquiagem:







Brincos Ivana Desing, conheça mais sobre o trabalho dela CLICANDO AQUI

Um beeeijo, espero que tenham gostado, até a próxima make, byeee

A Caprichosa

A Caprichosa
Esteticista| Cristã| Mãe do Luck. Cantinho reservado para as mulheres que amam vaidade e um pouquinho de cada assunto.

Arquivo do blog

@barbarapiracelli

@barbarapiracelli

O que você procura?

Carregando...
Tecnologia do Blogger.

Anuncie !!!!