domingo, 22 de abril de 2012
6
(...)

Eduarda sai do banheiro e encontra Sophia em sua cama. - Oi amiga -. Disse ela sorridente.
As duas passam a tarde conversando como de costume. Horas se passam. - Amiga, tenho que ir embora, tenho um compromisso muito importante a noite, mas te conto tudo amanhã -. Disse ela erguendo a sobrancelha, e sorrindo ao mesmo tempo.
- Hum, que segredo todo é esse? Tudo bem então, boa sorte seja lá o que for -. Disse Eduarda.
Sophia foi direto para sua casa. Entrou em seu quarto com tons em vermelho e abriu seu guarda-roupas enorme. - Hoje vou vestir minha melhor roupa -. Segurando um vestido, girou e sorriu.
Já havia a noitecido. Kaio estava em uma praça, naquela em qual levou Eduarda. No centro havia uma toalha estendida no chão com velas espalhadas e rosas no canto. Uma bonita cesta que continha vinho, queijo, e petiscos para uma noite linda. Já havia se passo mais de meia hora depois de combinado com Eduarda, mas foi quando ele ouviu barulhos, que se pareciam um som do salto quando tocava o chão. Era alguém caminhando. 
- Olá Kaio -. Disse.
Kaio olhou todo feliz e sorridente. - Oi D -. Mal terminou a frase.
Era Sophia. Ela estava linda, irradiante. Com um vestido azul colado, com um colar dourado, cabelos longos e cacheados, bochechas rosadas e perfume.
- Mas, mas?? -. Kaio não entendeu nada. Estava completamente confuso.
- Calma, não quero assustar você. Eduarda não pode vir, então me pediu para te fazer companhia -. Sorriu e sentou ao lado de Kaio.
- Bom, ela sempre me avisa, mas, é, que bom que está aqui -. Kaio tentava se mostrar contente mas não estava.
Os dois conversavam, e Sophia não parava de olhar para os lábios de Kaio. Prestava atenção em como seus dedos tocavam nas pontas de seu cabelo. De como ele mordia os lábios quando ficava nervoso, ou até mesmo no tom de sua voz.
Ela se aproximou. Kaio se sentiu ameaçado. Foi quando o telefone de Sophia tocou.
- Alô? -. Disse ela tranquilamente.
- Está tudo pronto, quando você quiser -. Disse a voz do outro lado.
- Ta bom mamãe, eu passo buscar o remédio pra sua dor de cabeça, te amo, beijos. Disfarçou.
Ela sorriu para Kaio. - Sophia, acho que agora eu preciso ir embora -. Disse Kaio
- Espere, antes eu tenho que dizer algo que Duda me pediu -. Ela se fixou o olhar em Kaio.
Ele ficou ali, esperando a ouvir. Então, ela se aproximou e beijou Kaio a força. Kaio não havia percebido, mas havia um amigo, que estava atras das árvores tirando foto de tocos os momentos. 
Kaio, a segurou com força e empurrou Sophia. - Não! Porque fez isso, eu não quero você - Disse ele irritado e levantando.
- Kaio, Duda não veio porque sabia que eu gostava de você e me mandou aproveitar a noite ao seu lado, ela nem liga pra você amor -. Com a voz toda angelical, disse Sophia.
- Você é tão, tão -. Ele fez uma pausa. - Esquece, Eduarda vai ficar sabendo disso -. Então Kaio se foi.
Eduarda ficou ali sentada, olhando para lua. - A se vai -. Disse rindo. E se deitou sobre a toalha


2 comentários:

A Caprichosa

A Caprichosa
Esteticista| Cristã| Mãe do Luck. Cantinho reservado para as mulheres que amam vaidade e um pouquinho de cada assunto.

Arquivo do blog

@barbarapiracelli

@barbarapiracelli

Tecnologia do Blogger.

Anuncie !!!!