sábado, 7 de abril de 2012

Noite gelada na cidade de Londres. Havia uma garota doce e gentil do qual se sentia vazia de amor. Ela estava ali, naquela noite, congelada em frente a Televisão, no qual assistia seu programa de tv preferido. Pingos tocavam sua janela fazendo com que os olhos adormece-cem rápidos de mais. A poucos metros da casa dessa jovem garota, havia um rapaz de pele clara e cabelos escuros perdido. Rapaz da alta sociedade, importante, porém perdido em todos os sentidos. O jovem que caminhava pela rua em busca de seus amigos que ali o deixaram. Ele que tentava fugir de seus pensamentos e responsabilidades, buscava também o amor. Água do céu que escorria pelo seu rosto, sapatos sujos, chegou então a rua daquela moça do qual sofria por ser a não escolhida para ser amada. O jovem moço parou, olhou as árvores que balançavam sem parar, as casas escuras, os canteiros com folhas que das árvores haviam caído. Então olhou para uma casa no qual estava iluminada, era a luz de uma televisão, era a luz da casa da garota.
Uma, duas, três batidas na porta. Esperou. Eduarda , a garota, se assustou com o barulho na porta que até deixou o controle da tv cair. Se enrolou no edredom quentinho e foi em direção a porta. Antes de abri-la olhou para cima para ter certeza que seus pais não haviam acordado. Então girou a maçaneta e colocou seu rosto para fora. - Olá?-. Disse Eduarda.
Erguendo a cabeça em direção a Eduarda o moço, da pele branca, olhou para ela. -Olá-. Sorriu.
- É, então, o que deseja?-. Disse ela em tom de insegurança, com medo e envergonhada. Eduarda continuou olhando para o rapaz apenas por uma fresta da porta.
- Ah, me desculpe incomodar, meu nome é Kaio, estou perdido, poderia me ajudar? - Disse ele arrumando os cabelos.
Eduarda então abriu a porta por completo. Parados um de frente para o outro, ela respondeu que sim. Kaio enquanto torcia suas roupas molhadas, Eduarda sem qualquer demonstração de emoção buscou o telefone sem fio.
Quando voltou estava ele, sentado nas escadas olhando para a rua. Ela engoliu toda a vergonha e se sentou do lado dele com seu edredom ao redor do corpo.
Deu o telefone a ele. - Isso vai te ajudar? Como veio parar aqui? Está com frio? -. Disse ela sem parar. Fez uma pausa. - Ai meu deus são tantas perguntas, me desculpe-. Eduarda se corou.
Kaio sorriu de canto. - Como é seu nome?-. Ele a analisava atentamente.
- Eduarda-. Disse ela. - Lindo nome Eduarda-. Disse ele. - Sim, preciso telefonar para meus pais, meus amigos me deixaram aqui dizendo que já iriam me buscar, mas não imagino onde estou-. Eduarda olhou cada detalhe de seu rosto enquanto ele soltava as palavras no ar.
Ficaram ali por mais dez minutos até ouvirem uma buzina. Os dois se olharam.
- Bom, acho que é a hora de eu ir-. Sorrindo, Kaio levantou.
Eduarda o acompanhou. - Foi legal conversar com você, boa sorte, não se perca, ou sim-. Sorriu abaixando a cabeça.
Ele parou, olhou para ela e disse: - Podemos nos ver novamente?-.
Ela sorriu. -Sim-.
Amanhã, as nove da noite, eu estarei aqui. Adeus Duda. Kaio a beijou no rosto e saio em direção ao carro que o esperava.
Com uma sensação que transbordava seu peito Eduarda correu para dentro e fechou a porta.

( Continua 09/04 ... )

Comentário: Olá meninas, bom esse '' texto '' foi escrito por mim a mais ou menos um ano atrás, eu já tinha escrito a história toda, só que ... eu não salvei e meu note na época pifou e acabei perdendo tuuuuudo! :/ ( Quase morri, sério ). Eu estava quase no final da história quando isso aconteceu, havia desenhado a capa para o '' livro '' e iria imprimir. Então estou aqui novamente ... tentando continuar pela segunda vez. Para não correr o risco, e acho até interessante dividir isso com você, vou estar postando aqui no blog essa história tudo de booom que eu inventei. Bom eu vou mudar tudo da qual eu escrevi pela primeira vez, e levarei mais tempo, mas espero que vocês gostem.
Pra ficar ainda mais legal, postarei fotos pra ir ilustrando as cenas pra vocês, pra ficar com um gostinho real sabe? kkk É isso meninas, esperam que tenham gostado desse '' comecinho gigante ''. UM BEEEEEEIJO.

Um comentário:

A Caprichosa

A Caprichosa
Esteticista| Cristã| Mãe do Luck. Cantinho reservado para as mulheres que amam vaidade e um pouquinho de cada assunto.

Arquivo do blog

@barbarapiracelli

@barbarapiracelli

Tecnologia do Blogger.

Anuncie !!!!