segunda-feira, 30 de julho de 2012
Oi meninas, mais um post sobre make. Espero que gostem da dica, uma maquiagem usando cores clássicas mas com um delineado diferente. Não é muito discreto para o dia, então recomendo para ser usado a noite em uma festa, jantar entre amigos ou para um fim de tarde super moderno! Espero que gostem, um beijo!!














quarta-feira, 25 de julho de 2012


(...)
No dia seguinte Eduarda levantou super contente. Então ela desceu para tomar seu café da manhã. Era domingo. A jovem normalmente acordava tarde neste dia, mas decidiu despertar mais cedo e aproveitar o dia todo. Seu pai estava sentado na sala vendo tv. Assim que ela pisou no ultimo degrau da escada, seu pai a chamou.
'' Eduarda quero falar com você '' -. Disse ele num tom sério. Ela ficou preocupada, e se sentou ao lado dele . - O que foi pai? -. Eduarda prestava atenção nele.
- Me disseram que ontem esteve com um rapaz no parque, isso é verdade -. Ele olhava nos olhos dela. Eduarda sentiu suas bochechas avermelharem, suas mãos suavam frio, ela gaguejou. 
- Sim pai, é verdade. Mas era um encontro para um trabalho, no final não foi ninguém e Kaio e eu fizemos tudo sozinhos -. Eduarda estava com medo. 
- Kaio o nome dele? Tudo bem, Eduarda eu só não quero que ande com estranhos, tudo bem você conhecer garotos, só o conheça bem antes de qualquer coisa -. Ele passou a mão nos cabelos de Eduarda, bagunçando.
Eduarda se levantou e caminhou para a cozinha, enquanto isso só conseguia pensar em quem havia contato. '' Malditos vizinhos fofoqueiros. Eu sabia que nunca poderia confiar naqueles que me olham torto todos os dias''.
Enfim as horas passaram. Os dias se foram, Kaio e Eduarda viviam aquilo intenso, quando chegou o grande dia do baile.
O inverno estava quase no fim. Eduarda naquele dia acordou super animada, não havia noticias de Sophia. Kaio ligou para ela bem cedo avisando que iria pega-la as 20:00 da noite.
A jovem passou o dia todo se preparando. Enfim a noite chegou.  Quando o relógio tocou o ponteiro as oito da noite, Kaio estava lá, lindo esperando Eduarda em um carro branco.
Estavam apaixonados e empolgados com a noite. Dirigiram ate lá. Kaio saiu do carro e deu meia volta para abrir a porta. Eduarda saiu e estava estasiada com a decoração.
Luminarias espalhadas por todo campo, piscas coloridos escalavam grades e deixavam o ambiente mágico. Eduarda usava um vestido azul que marcava sua cintura fina se abrindo na região dos quadris. Seus ombros estavam a mostra, exibindo um colar de pedras, quartzo rosa, seu favorito. Seu cabelo estava meio preso com as pontas enroladas. Usava uma maquiagem marcante nos olhos e boca levemente rosada. 
Kaio vestia um smokey azul escuro, quase preto. Seu cabelo estava perfeitamente arrumado e usava um perfume que era difícil não sentir.
domingo, 22 de julho de 2012
Olá meninas, feliz por que mais uma semana está chegando, tenho várias novidades e já gravei vários vídeos pra vocês! O post da vez é uma dica bem legal pra quem sonha em parar de roer unha ( e como é difícil rs ), junto, é claro, com o esmalte da semana, que é o que uso no vídeo abaixo. Espero que você consiga assim como eu tenho conseguido com as dicas. ( Estamos Juntas Nessa!). '' Uma curiosidade sobre as unhas: as unhas das mãos levam cerca de 4 a 6 meses para renovar completamente. Elas são formadas pela mesma proteína que mantém saudáveis os cabelos e a pele, a queratina''.




DICA: Evite os detergentes e químicos, muito alcoól em gel e etc, use sempre luvinhas na hora de mexerem com    esses produtos. Verifique se as unhas estão secas pra evitar fungos que podem prejudicar e muito o crescimento dentre muitas coisas!










Esmalte da semana, Jade-Pimenta Doce! LINDO AMEI

Que eu amo cover, pra todos não é surpresa, e que eu adoro dividir isso com vocês também não é.
Dessa vez achei duas garotinhas lindaaaas de 12 e 8 anos, que arrasam com as versões e a voz também !! Ansiosas pra ouvirem?

Essa versão é a minha PREFERIDA !!! Olha que criatividade e que voz ...


Amo essa música, e acho que ficou fofa nas vozes delas ^^

Amo amo, essa música !!
terça-feira, 17 de julho de 2012

(...)
Eduarda sorriu, estava ansiosa pelo baile. Enfim o outro nascer do sol havia chegado. Eduarda e sua mãe estavam comendo, quando seu pai chegou para comer. Ele estava com um botão nas mãos acompanhado de um bilhete. Logo se juntou a elas trazendo aquele botão :
- Alguém perdeu isto? Mas o que este papel está fazendo junto dele? – Disse ele
Eduarda podia sentir o calor das  mãos e sua respiração ofegante.
- Para minha querida Duda. – Leu ele.
Logo que soube que era para ela, depressa pegou o botão e o bilhete. Subiu para o andar de cima antes mesmo de terminar meu almoço.
Lá em cima, sentou-se no fim do corredor. Quando finalmente viu detalhadamente aquele botão. Começou a ler o bilhete: - Um belo por do sol, reflete a sua luz, nos vemos ao fim do dia, na ponte do riacho. Com amor Kaio.
 Assim que terminou de ler, correu para seu quarto pra ir se preparando para o fim da tarde. O tempo estava colaborando para o romance. O céu estava azul como nunca, e as folhas mais brilhantes e dançantes. Aquele vento frio ainda sim a- deixava feliz, havia me esquecido da estação preferida, o inverno. O fim da tarde estava cada vez mais próximo, então a jovem se arrumou e contou os minutos para que o sol começasse a dormir.
Estava irradiante, o amor a fazia tão bem que mal me lembrava da palavra tristeza que Sophia insistia em colocar em nossas vidas. Calçou suas botas, sobre seus ombros seu casaco vermelho. Desceu as escadas para o encontro do motivo da felicidade inspiradora. Avisou mamãe que estava na varanda La fora, com seu notebook sobre as coxas escrevendo emails kpara a titia que morava na Itália. Sorrindo, ela me mostrou que daria cobertura a Eduarda e Kaio, ao amor de inverno. O lago ficava um pouco distante de casa, mas em alguns minutos a pé não iria me fazer mal. Caminhei até chegar ao local combinado. Fui em direção ao lago quando avistei uma linda toalha estendida ao chão coberta com uma leve penugem de neve. A cesta que tocava suavemente aquele pano lindo e que fazia Eduarda sorrir. Correu para que chegasse mais rápido ao encontro de Kaio, mas que surpresa! Ele não estava ali. Eduarda sentou-se naquele pano estendido no chão e ficou ali, olhando pro nada. E se aquele pano não fosse o pano de Kaio? Que mico pagaria Eduarda. Alguns minutos se passaram, e Eduarda já estava ficando impaciente. Ele apareceu por trás e a  abraçou com todo o cuidado. Ela pode sentir aquele cheiro delicioso de seu perfume, e o toque de seus lábios em seu pescoço.
 Estavam felizes por estarem juntos. Conversaram, comeram, e passaram o fim da tarde juntos, observando o por do sol.
Várias pessoas freqüentavam aquele parque, inclusive Sophia. Eduarda estava se  levantando para ir embora, quando Kaio parou em sua frente e disse que não me deixaria ir embora se não o beijasse. Eduarda realizei o tal pedido. O casal se beijavam enquanto Sophia estava na ponte olhando para eles. '' Porque isso só acontece com ela? Será que eu fiz algo de tão ruim pra não merecer alguém como Kaio? Meu Deus sinto-me indignada ''     - Sophia pensava.
Já em casa, chaveou a porta e entrou. As luzes estavam apagadas e da sala eu podia ver uma pequena fresta de luz lá em cima no corredor. Com certeza sua mãe tinha deixado a janela do  quarto aberto, coisa que ela odiava. Eduarda então fechou a porta e subiu.
 A jovem foi direto para o
 quarto, onde lá mesmo tirou as roupas, e as deixou em cima da cama correndo para o banheiro. Água quente, olhos fechados, num sono profundo com sonhos repletos de lembranças da tarde que tinha passado. 

A Caprichosa

A Caprichosa
Esteticista| Cristã| Mãe do Luck. Cantinho reservado para as mulheres que amam vaidade e um pouquinho de cada assunto.

Arquivo do blog

@barbarapiracelli

@barbarapiracelli

O que você procura?

Carregando...
Tecnologia do Blogger.

Anuncie !!!!